fbpx

A partir de agora, os clientes da Copel podem instalar sistemas de geração solar fotovoltaica que permitem o armazenamento de energia. O cliente que possui uma central geradora e a conecta na rede de distribuição poderá usar essa energia de acordo com a sua necessidade. No caso de desligamento causado por uma tempestade, por exemplo, o consumidor pode usar a energia acumulada enquanto a rede estiver desligada. 

A medida favorece especialmente unidades de produção rural sensíveis à falta de energia que demandam cargas baixas, como a fumicultura e a piscicultura. A novidade foi anunciada pela Copel e pela secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Show Rural. Geração distribuída é um dos temas mais discutidos na feira este ano. 

A solução que permite o armazenamento de energia chama-se inversor híbrido e é formada por baterias adaptadas. Com o equipamento, o consumidor pode escolher se usa a energia gerada pelos painéis e armazenada nas baterias ou a energia da rede da distribuidora. O uso do inversor foi autorizado recentemente pelo Inmetro, após anos de pesquisas realizadas para garantir a segurança da operação. 

RenovaPR – O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR) sinalizou que estuda incluir os custos de implantação do sistema com o inversor híbrido nos financiamentos viabilizados pelo programa RenovaPR. Dependendo da situação, o custo do sistema pode aumentar entre 20% e 80%, em relação à estrutura com o inversor comum. 

Cliente Wedytec em destaque no Encontro em Londrina – Arivaldo Vicentin e Ricielli

O RenovaPR apoia e fomenta a autogeração de energia elétrica no campo. O programa financia projetos de energia renovável a juro zero para agricultores e ajuda na viabilidade e competitividade dos seus negócios. Desde o seu lançamento, em 2021, já foram aprovados mais de 1.600 projetos de instalação de geração distribuída em propriedades rurais do Estado. 

Visitia à IDR-Paraná em Curitiba para discussão do programa RenovaPR que incentiva a Energia Solar Solar aos Produtores Rurais

“O RenovaPR é uma iniciativa muito importante para o agronegócio e a Copel está dando apoio à geração distribuída. E isso traz duas importantes mensagens. Primeiro que o governo do Ratinho Jr. é um só, com diretriz única e objetivo de facilitar a vida das pessoas. A segunda grande mensagem é acabar com a ‘lenda urbana’ que a Copel é contra geração distribuída. Baixar a conta de energia é bom para todos, ajuda a todos”, afirmou o presidente da Copel, Daniel Slaviero. 

wedytec fotovoltaico projeto rural economia de até 90%
A Usina de solo em Zonas Rurais é uma ótima solução para grandes consumos de energia. Possibilita enviar a energia gerada para outra localização como é o caso da Hachimitsu JK em Londrina.

Autogeração de energia no Paraná – Atualmente, o Paraná possui 77.635 clientes que geram sua própria energia e estão conectados à rede da Copel pelo modelo da geração distribuída. O montante coloca o Estado em 5º lugar em número de consumidores conectados no Brasil. A geração solar, por meio de painéis fotovoltaicos responde por 77.447 conexões, o que representa 99,75% de todos os acessantes. Há ainda 126 unidades que empregam a biomassa como fonte, 27 hidráulicas e 7 eólicas. 

Parceria IDR, Cooperativa Sicredi e Wedytec – Encontro Renova PR em Londrina

Na geração distribuída o consumidor utiliza uma fonte renovável para produzir a energia que consome. A instalação é conectada diretamente na rede de distribuição. Se a unidade geradora do cliente produzir mais energia do que consome, a sobra é transformada em créditos, que podem ser usados, em até 60 meses, para abater o valor correspondente na conta de luz.  

Como gerar minha própria energia – Simule seu projeto sem custo, fale com a gente.

Para gerar sua própria energia e obter compensação na conta de luz, é necessário seguir algumas etapas: 

1) Conhecer as próprias necessidades – Antes de tudo, é necessário solicitar o apoio de um responsável técnico particular para compreender quais são as suas necessidades e dimensionar o potencial de geração de energia em sua unidade consumidora. O profissional também vai ajudá-lo no processo de solicitação de acesso à rede da companhia. 

2) Preparar a infraestrutura para a geração de energia – Após escolher o modelo e a fonte de energia ideais para você, é hora de deixar tudo pronto. Com as orientações do responsável técnico, nessa etapa você vai investir na sua central geradora e deixá-la pronta para ser conectada à rede. 

3) Solicitar conexão à rede da Copel – Nesse momento, você vai solicitar o acesso à rede de energia para a Copel. Se as suas instalações tiverem até 75kW de potência, seu sistema será de microgeração e você deve acessar o endereço do Projeto Elétrico Web (PEW) para fazer a solicitação: www.copel.com/pewweb. Se a potência de sua central de geração for entre 75kW e 5MW, a solicitação deve ser feita no sistema Conexão de Acessantes Web – CAW, no endereço www.copel.com/caw. 

4) Conexão ao sistema – Depois que tudo estiver pronto e a Copel verificar a solicitação, a documentação e a central geradora, é feita a conexão ao sistema de distribuição de energia. Agora você pode começar a gerar energia e se beneficiar do Sistema de Compensação de Energia. 

Levamos essa possibilidade em toda a região Londrina.

Wedytec Fotovoltaico – Soluções Tecnológicas e Sustentáveis desde 2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *